Relatório Anual - Safra 2018/2019

Quem somos

Somos a Atvos, uma empresa com mais de dez anos de atuação em produção de etanol, açúcar VHP (Very High Polarization) e geração de energia elétrica renovável. Cultivamos e colhemos a cana-de-açúcar em uma área de 510 mil hectares e atuamos em quatro estados brasileiros – Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e São Paulo –, com nove unidades agroindustriais, distribuídas em cinco polos produtivos.

cana-de-acucar

Cultivamos
e colhemos a
cana-de-açúcar
em uma área de
510 mil hectares
,
o equivalente ao tamanho de
três cidades de São Paulo

Mapa de atuação e destaques
da safra 2018/2019

Mapa atuação

Transformamos a cana-de-açúcar em produtos que geram energia sustentável para movimentar equipamentos elétricos, veículos e a vida de milhões de pessoas.

Ícone representando a cana-de-açúcar
=
Ícone representando o açucar

Açúcar VHP

Ícone representando um bico de abastecer

Etanol anidro ou
hidratado

Ícone representando uma lâmpada

Energia elétrica
gerada a partir
da biomassa da
cana-de-açúcar

Temas relevantes

Na safra 2018/2019, identificamos os temas mais relevantes para nosso setor e negócio, por meio de um processo estruturado de consulta a 155 stakeholders internos e externos. Esses temas integram nossa estratégia e nossa gestão e estão em linha com nossos desafios e oportunidades nos curto e médio prazos.

Lupa

Veja detalhes de nosso
processo de materialidade
no site: www.atvos.com.br

Matriz de Materialidade

Modelo de Negócio

Nosso Modelo de Negócio é a estrutura de nossa atuação para um crescimento sustentável.

Modelo de negócios

16.241 mil ha
de áreas preservadas

1,5 milhão
de tCO2 evitadas

5,5 milhões
de tCO2 evitadas
pelo uso dos
nossos produtos

99% de resíduos
coprocessados,
vendidos,
reutilizados
ou reciclados

16.120 mil m3
de água recirculada/ reaproveita

10.526 integrantes
no encerramento da safra

Mais de
5 mil terceiros

Mais de
600 mil
homens-horas
de treinamento

4.903 mil
integrantes
treinados em
conformidade

R$ 4,3 bilhões
de receita líquida

R$ 610 milhões
de investimentos
majoritariamente
em expansão
de canaviais

R$ 1,2 bilhão
de geração de
caixa operacional

Programa Energia Social – 10 anos:
77 projetos
155 mil pessoas beneficiadas
R$ 25,5 milhões investidos

R$ 427 milhões
gastos com
parceiros de terras

Parceiros + Fortes:
R$ 565 milhões investidos
46 parceiros
7,9 milhões t
de cana produzidas

46 mil novos hectares cultivados na safra

Aumento de 4% nas perdas de moagem em relação à safra 2017/2018

100% das operações de colheita e 96% de plantio mecanizadas

10.842 MW de capacidade instalada, o que representa 7,9% das indústrias abastecidas por biomassa de cana

Capacidade de moagem de 37 milhões de toneladas de cana

Capacidade de:
Produção de
700 mil
toneladas
de açúcar VHP
Produção
de 3 bilhões
de
litros de etanol
Cogeração de
3,1 mil GWh de
energia elétrica

Produtividade

O aumento da produtividade dos canaviais é foco de atenção constante em nosso modelo de negócio já que impacta diretamente nossos custos, aspectos ambientais e volume de etanol, açúcar e energia produzidos nas unidades agroindustriais. Por isso, buscamos as melhores técnicas agrícolas a fim de aumentar a quantidade e a qualidade de cana-de-açúcar produzida em cada hectare.

A safra teve uma grande evolução: registrou crescimento de moagem de 3,0% em relação à safra anterior e atingiu o patamar de 26,7 milhões de toneladas de cana.

Também demos continuidade ao nosso plano de expansão de plantio e encerramos a safra com plantio de 71 mil hectares, entre áreas próprias e de parceiros, dos quais 83% foram voltados à renovação.

8% de crescimento
de plantio

26,7 milhões
de toneladas de
cana-de-açúcar moídas

Moagem (MM tc)

Moagem
cana-de-açúcar

Produtividade

64,9
t/ha

Açúcar

Açúcar total recuperável (ATR)

131,2
kg/t

cana-de-açúcar

Tonelada de cana por hectare (TCH)

8,4
kg ATR/ha

Conformidade

Na Atvos, percebemos a conformidade como um ativo. Vivenciamos a maturidade de nossos processos e avaliamos a eficiência de nossas ações.

Pacto pela integridade

Cumprimento

Adotamos como meta para a safra 2018/2019 obter o nível quatro de maturidade em dez dos 13 indicadores do Pacto Empresarial pela Integridade e Contra a Corrupção. Com o desenvolvimento de 64 ações em diversas áreas, inclusive com metas transversais, alcançamos nosso objetivo.

Principais destaques da safra

  • Aplicação do Programa de Integridade na seleção de candidatos a integrantes.

  • Mudanças em nossa diretriz de due diligence a fim de promover melhorias nos aspectos de conformidade.

  • Criação de diretriz de investimento social privado e de patrocínio com regras claras.

  • Mudança de toda a nossa estrutura para o sistema de gestão SAP, que garante maior robustez aos processos e mais segurança empresarial.

  • Desenvolvimento de diretriz sobre conflito de interesse, que contemplou treinamentos.

  • Revisão do Código de Conduta do Fornecedor.

De olho no futuro

Percebemos a oportunidade de atuar como agentes da mudança para uma economia sustentável de baixo carbono. Uma de nossas frentes será atuar como catalizadores da Lei nº 13.576/2017, a Política Nacional de Biocombustíveis (RenovaBio), que visa promover a expansão da produção e do uso de biocombustíveis na matriz energética nacional. Por meio da iniciativa, o Brasil buscará alcançar a meta de redução de 10% nas emissões de CO2 da matriz nacional de combustíveis.

Na Atvos, a preparação para o RenovaBio foi iniciada na safra anterior, com estudo sobre a pegada de carbono e hídrica da produção do etanol hidratado e estudo interno para avaliar os possíveis impactos da precificação de carbono sobre receitas, investimentos e operações, que apontou oportunidades de ganhos financeiros.

Avanços na safra 2018/2019

  • Acompanhamento das agendas relacionadas ao programa

  • Emissão de I-REC (Certificado de Energia Renovável) da Unidade Conquista do Pontal

  • Inclusão de metas de redução de emissão no plano da Presidente

  • Criação de agenda com a área financeira para simulação dos impactos na receita do RenovaBio

  • Desenvolvimento do manual RenovaCalc, a calculadora de carbono do RenovaBio

  • Realização de workshops de preparação para a certificação e dos impactos do programa